terça-feira, 3 de abril de 2012

Se...

Se amanhã me escusar
e num arrabalde de vontade
selar a vida e voar
correr o tempo e a idade,
ou apenas sonhar...
... felicidade.

Se for sério e for leal
e o coração não ultrajar
chegarei certo ao final
com o olhar a abarrotar
pelo riso num arraial...
... assossegar.

Se depois de tudo e tanto
alguma mágoa me ferir
vou ser forte e ter encanto
dar luta e sangrar, colorir
ser rugido e não ser santo...
... carpir.

Se for e não voltar
tenha azar ou tenha sorte
vou tentar aguentar
por demais a minha morte
isto tudo, apesar...
... passaporte.

Se amanhã não for melhor
e por muita dor que seja
não desisto, não senhor
todo o grito que mal veja
brado alto o meu furor...
... inveja.

Se tiver de ser incerteza
e alguns dias sem viver,
deixai-nos a gentileza
de em nós poder escolher
os olhos da nossa beleza
... amanhecer.

José António Antunes
 

Sem comentários:

Publicar um comentário