quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Eu apenas...

Sou um apaixonado pelas coisas simples da vida que passam despercebidas ao comum dos mortais.....gosto da brisa ao anoitecer numa noite de verão à beira mar.....gosto do mar....onde vou “beber” a minha energia....gosto de escrever....a escrita liberta-me.....a escrita é uma catarse e a poesia a minha paixão......gosto da utopia.....gosto de ajudar por ajudar....gosto da sensualidade e da sedução......fascinam-me as pessoas e o seu interior.....encanta-me a beleza feminina e a sua sensibilidade....

....deslumbra-me uma gota de orvalho que escorre na janela pela madrugada....encanta-me um dia de chuva que cai copiosamente ao ritmo do vento que fustiga a janela por onde eu espreito e onde a minha imaginação se perde e o meu pensamento voa......sensibiliza-me o riso de uma criança e um cantar de um rouxinol....comovo-me com um simples acorde musical e com um abraço sincero.......gosto de ser livre como uma ave que voa no seu esplendor ao sabor do vento e rumar sem destino ao infinito onde as estrelas esperam por mim....

...acredito no amor e nos sentimentos.....gosto da intimidade e das confidências.....acredito no olhar das pessoas....acredito na esperança e na felicidade dos pequenos nadas.....ainda acredito nalguma bondade e altruísmo no outro....

.....abomino a hipocrisia humana, a indiferença e a injustiça.....entristece-me a ausência de valores e o egocentrismo....detesto a falta de transparência e a mentira...temo a solidão e o desprezo....sou aquilo que sou e eu apenas.....sou um turbilhão de emoções que poucos entenderão.......

Apenas existo na cumplicidade de um poema sem qual a solidão me levaria a alma

José Guerra

Sem comentários:

Publicar um comentário