sábado, 11 de fevereiro de 2012

As gavetas do meu armário

Foi por ti que abri as gavetas do meu sentir
e me sentei a olhar!
Já não me lembrava da ultima vez que as abri…
Encontrei coisas que pensei já nem existirem,
encontrei pensamentos que não queria repetir
e encontrei momentos que me fizeram rir.
Coisas que antes não tinham sabor, agora  eram  deliciosas
coisas sem cor, ganharam brilho.
E o melhor de tudo,
foi poder sentir aquele  odor forte da vontade de ser feliz!
Agora que fechei de novo a gaveta,
Fecho os olhos e sorrio de prazer.
É sempre bom ter quem nos faça remexer nas  gavetas!!!

Filomena Curto


Sem comentários:

Publicar um comentário