sexta-feira, 11 de maio de 2012

Caminho do Amor

No sabor salgado da pele
Molhada de coral e algas
Transparência pintada de emoção
Salpicos de búzios que abraçam o vento

Areais e enseadas de lua
Deposito a minha alma no teu colo
Refresco-me na tua boca
Bebo o teu sentir de mim

Mãos percorrem gemidos arfantes
Navios naufragados adormecem
Nos teus olhos em ecos de larídeos
O ar respira as entranhas do sossego

Abismo opaco pula segredos
Escondidos no vazio causticante do medo
Onde os mais humanos não sucumbem
E fielmente seguem o caminho
Do Amor!

Joni Baltar
 

Sem comentários:

Publicar um comentário