sexta-feira, 30 de março de 2012

Verde Alentejo

Alentejo, sempre verde
Admiro o teu entardecer
as cores dos teus campos,
verdadeiras pinturas para ver.

Todas as vilas são lindas
com as suas casas caiadas,
onde o branco predomina
sobressaindo nas pedras das calçadas.

Alentejo, terra pura e selvagem
onde o sol é mais quente
e os campos aguarelas
onde a poesia se sente.

Alentejo, terra rica de tradições
são dignos os teus costumes e sabores,
são memórias de um povo
que lutou para superar as suas dores.

Alentejo é sempre novo
lugar ideal para viver
tem na alma esperanças renovadas
lugar de momentos de prazer.

Bernardina Pinto
 

Sem comentários:

Publicar um comentário