quinta-feira, 29 de março de 2012

Sorrisos de que eu gosto…

Gosto desse gargalhar
Gosto desse sorriso
Eu não me quero enganar
Vou ver se tenho juízo

Fica bem em teu rosto
Esse sorriso franco e aberto
É desses que eu mais gosto
Quando vos tenho por perto

Acreditai no vosso sorriso
Nessa boca de alvura
Quando o vejo ganho siso
Nessa boca é só ternura

Não me importo de o roubar
Nem me importo de fazer barulho
É um sorriso que quero amar
Eu o quero sem ser esbulho

Num silêncio abrasivo
E ao mesmo tempo sufocante
Eu te roubo o teu sorriso
Foi irónico este instante

Armindo Loureiro
 

Sem comentários:

Publicar um comentário