quarta-feira, 14 de março de 2012

POVO TANSO?!

Não sei viver com tanto brando ao me redor!
Povo, já não lavras no rio ou já não gritas?
Está tudo à nossa volta cada vez pior
e nunca mais sentimos as horas benditas!!!

Aflige-me ver qu’ o povo anda calado, manso,
explorado, à mingua, sem futuro à frente….
Mas que povo é este? Mas que povo tanso
somos nós para ficarmos sem voz de gente?

Não dar ao medo o medo do medo ter.
Mas lembrar que Abril continua a viver
e que o Zeca nos deixou o mote cantado.

Mas.. por onde anda esta alma lusitana?
Não resmunga. Está quietinha e não abana!?
Que seja feita a letra pra um novo fado!!!

Joellira


Sem comentários:

Publicar um comentário