quarta-feira, 7 de março de 2012

INSIDIOSA SEDUÇÃO

Tiras-me da razão
nesse convite ao pecar,
unges-me desse doce veneno
de ninfa,
dás-me a provar os lírios,
as romãs
e os lábios de pêssego,
fazes-me gotejar sôfrego
na pétala rosa que me envolve.

Os olhos flamejam,

o coração pulsa,
sonho-te
nas esferas dos meus sentidos.

Entorpecida enlaças-me,

procuras-me ávida
e atrevida desfaleces.

Tiras-me da razão

quando me queimas os segredos,
quando decifras os códigos
e rompes os teus limites.


Francisco Valverde Arsénio
 

Sem comentários:

Publicar um comentário