segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

INTERIORIZANDO
Há algo em mim
Que meu pensamento leva
Certa angústia
Uma névoa
Às vezes constante
Às vezes errante.
Há algo em mim
Que mesmo sem asas
Faz voar
Certa alegria
Luz serena que me guia.
Há algo em mim
Que me faz sonhar
Dormindo, ou acordada
Sorrindo sendo plenamente amada.
Há algo em mim
Que mesmo triste
Quando a solidão insiste
Faz continuar
Ensina a acreditar.
Há algo em mim
Profundo e desconhecido
Declarando sem cessar
Só Amor faz sentido.
Há algo em mim
Eu sei
Sinto
Suspiro
Respiro
Espero
Assim vivo.

Lucilia Mendes
 

Sem comentários:

Publicar um comentário